Comissão do governo federal visita hospitais psiquiátricos

Do Jornal Ipanema

27.04.2011

Representantes do Ministério da Saúde e da Secretaria dos Direitos Humanos do Governo Federal estiveram em Sorocaba, nesta quarta-feira (26), para realizar auditorias nos hospitais psiquiátricos Vera Cruz e Mental. A visita foi motivada por denúncias de que essas instituições de saúde estariam violando os direitos dos pacientes.

De acordo o Coordenador de Saúde Mental e Combate à Tortura da SDH, Aldo Zaiden, os hospitais mais parecem presídios.  “A impressão principal que fica dos hospitais específicos  que a gente foi em Sorocaba e a impressão do que a gente está sabendo dos outros hospitais é que eles se parecem com presídios. Isso não tem o menor sentido. As pessoas estão confinadas, não têm liberdade para sair e não têm tratamento”.

Zaiden disse que única atenção que os pacientes recebem é em relação à higiene básica. “Que está fazendo lá é limpando as fezes das pessoas e, quando muito, esperando que elas morram. Só isso”.

A autoridade federal apontou, ainda, que faltam médicos e medicamentos nos locais visitados. “O número de médicos é um para 300 leitos. Não há tratamento individualizado, ou seja, a medicação é mesma para diversos pacientes”.  Ele explicou que o tratamento deve ser específico para pessoa, como determina a Organização Mundial de Saúde.

Outro problema levantando na visita, revelou Zaiden, foi a falta de projeto terapêutico acompanhado por psicólogos, o que, segundo ele, deveria ser feito de maneira individualiza para os paciente de casos mais graves.

Milton Palma – Sobre as denúncias de que o ex-secretário da Saúde de Sorocaba, Milton Palma, é sócio em três hospitais psiquiátricos da região, Aldo Zaiden disse que não cabe a comissão que esteve em Sorocaba opinar.

Encontro com Vitor Lippi – Depois da visita aos hospitais, os representantes do governo federal seguiram até o Paço Municipal, onde se encontraram com o prefeito Vitor Lippi (PSDB). “É importante salientar que o Ministério da Saúde faz um esforço importante de adequar esses locais e que a competência de execução desses recursos é do município. Dai a nossa pressão e nossa conversa atual com o prefeito”.

Ouça as informações com o repórter Rubens Maximiano.

Edição: Jônatas Rosa

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: